Grupo Hanwha da Coreia do Sul investirá US $ 1,4 bilião na construção naval da Daewoo

Por: Abudo Omar
Data: 28/09/ 2022
Visualizações: 153


Logotipo da Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering Co Ltd (altdatamap)

A sul-coreana Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering Co Ltd assinou um acordo provisório na segunda-feira para o Hanwha Group investir 2 trilhões de won (US$ 1,4 bilião) em troca de uma participação de 49,3% e direitos de gestão no construtor naval, disseram as empresas e a principal accionista da Daewoo.

O acordo, assinado com afiliadas do Hanwha Group, incluindo a Hanwha Aerospace, só será válido se a Hanwha for escolhida após um período de abertura a outras licitações, disse Daewoo num documento regulatório.

O estatal Korea Development Bank (KDB) possui uma participação de 55,7% no construtor naval. Se o Hanwha for escolhido como o licitante final, o KDB deverá ver a sua participação encolher para 28,2%, disse o banco.

Uma tentativa anterior de aquisição da Daewoo pela rival Hyundai Heavy Industries em 2019 foi atingida por um veto da UE em Janeiro devido a preocupações de que o acordo, que teria criado o maior construtor naval do mundo, prejudicaria a concorrência.

A KDB vem tentando vender a Daewoo em parte para combater o excesso de capacidade no sector.

A Daewoo Shipbuilding relatou uma perda operacional de 577 biliões de won no primeiro semestre de 2022, estendendo uma perda operacional de 1,7 trilhão de won em 2021, de acordo com um documento da empresa.

"Um investidor estratégico que não opera na indústria de construção naval é a única maneira de resolver o problema", disse o presidente do KDB, Kang Seog-hoon, a repórteres na segunda-feira.

O Hanwha Group, o sétimo maior conglomerado da Coreia do Sul, com 80 trilhões de wons em activos, abrange os sectores de energia, defesa e financeiro.

Fonte: Offshore Engineer


Notícias Destacadas

Notícias Recentes