FPSO Greater Tortue Ahmeyim retornou ao cais após deriva devido ao tufão

Por: Abudo Omar
Data: 28/09/ 2022
Visualizações: 127


Ilustração de Tortue Ahmeyim (oedigital)

A empresa de petróleo e gás Kosmos Energy disse que o FPSO do projecto Greater Tortue Ahmeyim foi devolvido ao cais do estaleiro COSCO na China, após o recente incidente em que o navio se afastou devido ao impacto do tufão Muifa.

O navio flutuante de produção, armazenamento e descarga (“FPSO”) para o desenvolvimento do GTA na Mauritânia/Senegal está a ser construído no estaleiro COSCO.

Durante o tufão de 15 de Setembro, as linhas de atracação do FPSO ficaram comprometidas, resultando na deriva da embarcação a aproximadamente 200 metros do cais.

“A Kosmos foi informada pela BP, operadora do projecto GTA, que o FPSO foi devolvido ao cais do estaleiro COSCO na China”, disse a Kosmos Energy na terça-feira.

"As inspecções realizadas até o momento não identificaram nenhum dano significativo. O plano futuro é concluir todas as inspecções e incorporar as descobertas no escopo de trabalho restante antes da partida. A Kosmos fornecerá uma actualização adicional do projecto juntamente com os resultados do terceiro trimestre no início de Novembro," disse a Kosmos Energia.

Fonte: Offshore Engineer


Notícias Destacadas

Notícias Recentes